Postagens mais visitadas

quinta-feira, 23 de maio de 2019

Jaime Lerner eleito no mundo, medalha de prata, em Urbanismo


Jaime Lerner,  Arquiteto e Urbanista, ex prefeito de Curitiba, e ex governador Estado do Paraná, aparece como segundo colocado em uma lista de 100 urbanistas mais influentes do mundo, de todos os tempos, organizada pela revista norte americana de planejamento urbano PLANETIZEN, concedeu ao Brasil  a medalha de prata, Jaime Lerner aparece como segundo colocado, único brasileiro a figurar a lista, medalha de bronze coube a" Frederick Law Olmsted" considerado o pai do paisagismo, sua obra prima, Central Park em Nova York.
O Primeiro lugar foi concedido a norte americana Jane Jacobs, urbanista famosa por ter escrito o livro "Morte e Vidas das grande cidades", que redefiniu a forma com que se estudava o urbanismo e se via o avanço modernista nas cidades na década de 1960.
"O critério de escolha deveria levar em consideração a influência que esses urbanistas causaram em suas cidades- que emgloba, designers, arquitetos, professores, jornalistas, dentre outros."
O fechamento da rua XV de novembro para carros, foi uma das primeiras realizações, de Jaime Lerner enquanto prefeito de Curitiba, dentre outras obras importantes no desenvolvimento urbano da capital paranaense. #joaresbrasil

Derrota Dupla, e os ausentes, na sessão da câmara



Como já estava previsto Sérgio Moro, Ministro da Justiça, sofreu ontem dupla derrota na Câmara dos Deputados que aprovou o texto base da medida provisória que reestrutura o governo. 
Ele queria o COAF,  "perdeu" não queria a FUNAI "ganhou" total da votação 228 para que fique com Ministério da  Economia e 210 para  que fosse  para o Ministério da Justiça.
Dos 30 deputados paranaense, 24 estavam na sessão. 
Desses  06 seis votaram para retirada do COAF das mãos de Sérgio Moro  e 18 votaram pela permanência no Ministério da Justiça e 06  estavam ausentes destes,  ou seja que não compareceram para votar : Toninho Wandesheer, Luiza Canziani, Aline Sleutjes, Aroldo  Martins, dois são representantes do sudoeste Fernando Giacobo e Leandre Dalponte.  
Sobre a decisão da maioria da Câmara de retirar o COAF do Ministério da Justiça, disse Sergio Moro, em seu Twitter, lamento o ocorrido. Faz parte da democracia perder ou ganhar. Como se ganha se perde também, tem relevância agradeço aos 210 deputados que apoiaram o MJSP e o plano de fortalecimento do COAF.   #joaresbrasil