Postagens mais visitadas

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Ministerio Publico do Trabalho no Paraná notifica empresario


Ministério Publico do Trabalho no Paraná (MPT-PR) notificou o  presidente do grupo Condor, Pedro Joanir Zonta para que compareça neste 02/10 às 17,00 Hrs em uma audiência no MPT-PR, a respeito de uma carta encaminhada aos seus colaboradores da rede varejista, na qual se posiciona como eleitor de Bolsonaro (PSL) pede apoio aos funcionários ao candidato e se compromete a manter o 13 salario e férias dos mesmos, a procuradora do trabalho, Cristiane Sbalqueiro Lopes, quer atestar a autenticidade da carta, a partir dai, tomar medidas cabíveis. A assessoria do grupo afirmou que o departamento jurídico esta tomando ciência da situação e com relação a carta trata-se de um "documento interno do presidente da empresa a seus empregados, posicionando-se em relação a situação do país e das eleições.". A comissão de Direito Eleitoral da OAB, classificou a atitude como "no minimo de anti ética", e pode ser caracterizada como assédio moral, passível de ser investigado. #joaresbrasil




Atlas Eletrodomésticos tem novo CEO


Novo CEO da Atlas Eletrodomésticos, que possuem as marcas Atlas e Dako com sede em Nova Espero,  Pato Branco- PR, trata-se  de André Fauth, que foi diretor comercial da Amaco por 11 anos, passa ocupar a função anteriormente exercida por Luiz Afonso Wan-Dal Jr, que recebe da empresa o agradecimento a dedicação e comprometimento ao longo do seu período de atuação, desde 26 de setembro que assumiu Andre Fauth que é Engenheiro Mecânico com MBA pela Fundação Getúlio Vargas e cursos de extensão na FDC/Insead e MIT Sloan,  ele  fazia parte do Conselho Consultivo da companhia desde 2017 e tem sólidas experiência como CEO de grande empresas. No entendimento do empresário Claudio Petricoski o novo CEO agregará valores positivos na gestão da Atlas Eletrodomésticos e está comprometido com a ambiciosa estrategias de desenvolvimento da empresa.  #atlas #dako #joaresbrasil

RecordTV entra na briga pelas pesquisas



A menos de uma semana da eleição, pesquisa RealTime Big Data/RecordTV de intenção de voto para presidente da República mostra um possível segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). No levantamento, divulgado nesta segunda-feira (1º), os candidatos aparecem com 29% e 24%, respectivamente.    Confira os números:
• Jair Bolsonaro (PSL): 29%
• Fernando Haddad (PT): 24%
• Ciro Gomes (PDT): 11%
• Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
• Marina Silva (REDE): 5%
• João Amoêdo (NOVO): 3%
• Henrique Meirelles (MDB): 3%
• Álvaro Dias (PODE): 2%Os candidatos Cabo Daciolo (PATRI), Eymael (DC), João Goularf Filho (PPL) e Vera Lúcia (PSTU) tiveram juntos 1% das intenções de voto. Guilherme Boulos (PSOL) não pontuou. Votos brancos e nulos representam 8%; indecisos, 7%.
A pesquisa foi realizada nos dias 28 e 29 de setembro, com 3.200 entrevistados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral sob o número: BR-06928/201 #joaresbrasil



Para definição ultimo debate entre os candidatos ao Governo


Debate  hoje 02/10 às 22 horas, poderá ser decisivo para definição dos indecisos, na RPC-TV, afiliada da rede Globo, o ultimo debate entre os candidatos ao governo do estado do Paraná mediado pelo jornalista Sandro Dalpicolo , está confirmado a participação de Cida Borghetti (PP), Dr Rosinha (PT), João Arruda (MDB), Professor Piva (PSOL) Ratinho Jr (PSD) e Ogier Buchi(PSL), sera criado novos fatos para influenciar  grande percentual de indecisos. será tratado com certeza da participação do governo de  Beto Richa, envolvido em atos investigados pelo Gaeco, Cida Borhetti como vice-governadora e em segundo nas pesquisas  e Ratinho Jr líder absoluto nas pesquisas de opinião,  como secretario, pois a eleição poderá terminar no domingo no estado ou ir para o segundo turno, e teremos a divulgação das pesquisas no sábado  do Ibope e Radar. #joaresbrasil.

Ministro Tofolli cancela entrevista.

Ministro Ricardo Lewandoski autoriza a entrevista de Lula  em Curitiba, ministro Luiz Fux cassa a autorização e determina a censura a ex presidente, ministro Lewandoski desautoriza Fux e manda cumprir a decisão imediatamente, e chamado para o desempate, para decidir qual a liminar que  vale o ministro Toffoli que é presidente do STF, decidiu que não terá entrevista nenhuma, cancelou a decisão de Lewandoski.  #joaresbrasil.